FAQ

TIRE SUAS DUVIDAS

Coaching é um processo de desenvolvimento humano que visa apoiar as pessoas no atingimento de metas (pessoais ou profissionais). É tudo feito através de uma metodologia, com técnicas e ferramentas específicas de domínio do coach.

O Coaching aumenta a percepção do indivíduo para que este consiga definir com clareza seus objetivos, compreenda quais os passos envolvidos e busque os recursos e as competências necessários para atingi-los.

O coach apoia ao coachee a tornar-se a melhor versão de si mesmo. Ajuda-o a crescer, a pensar “fora da caixa”, por outro ângulo (de uma forma que teria muita dificuldade de o fazer sozinho). O cliente de coaching começa a ter um objetivo claro e verá sua vida além do que é hoje e a focar-se naquilo em que quer se tornar.

Coaching NÃO É mentoring, aconselhamento, terapia, formação ou consultoria. Trata-se, de um processo que, baseado nos próprios comportamentos, competências e habilidades do indivíduo. Ajuda as pessoas a encontrar suas próprias soluções, construindo, assim, o seu próprio caminho

O Coaching é indicado não apenas quando não se tem objetivos bem definidos, mas também para aquelas pessoas que, apesar de terem objetivos claros, não sabem como alcançá-los, não conseguem agir, desmotivam-se pelo caminho ou não estão a conseguir obter os resultados que esperavam. Também é indicado para pessoas que não possuem meta alguma e querem encontrar algo no que se dedicar.

O Processo vai te ajudar a:

Aumentar a autopercepção e o autoconhecimento

Clarificar e definir metas claras e atingíveis

Identificar pontos fortes e fragilidades, assim como formas de lidar com elas

Identificar e superar obstáculos

Superar crenças limitantes

Criar um plano para atingir o seu objetivo

Manter o foco e a motivação

Aumentar o equilíbrio e a harmonia interiores

E muito mais…​

O cliente (coachee) é quem define o seu foco de trabalho (o que ele quer melhorar na sua vida e quais os objetivos que quer atingir). Em cada sessão, o coach é um parceiro na jornada, encorajando o coachee ao seu autoconhecimento, a clarificar e definir metas, obter soluções e estratégias (geradas pelo próprio cliente) e a colocar-se em ação. Com isso o cliente vai, passo a passo, se aproximando do seu estado desejado (onde quer chegar).

Uma sessão de Coaching tem a duração média de 1 hora. As sessões podem ocorrer semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente, dependendo da disponibilidade do coachee ou do coach.

Para um Coaching de Vida e de Carreira o processo consistirá em 11 encontros (aproximadamente 3 meses) e para o Coaching Executivo, 30 encontros (aproximadamente 7 meses e meio).

Não. Eles são bem diferentes, porém tem funções bem similares.

Numa consultoria, o profissional contrato é um especialista em uma área específica e o serviço contratado tem o objetivo de alcançar metas e objetivos profissionais, empresariais ou pessoais.

Durante o serviço, este profissional vai utilizar o seu conhecimento e “bagagem” para orientar e aconselhar o cliente sobre como deve proceder.

No Coaching, ao contrário de um trabalho com um consultor, o coach não dirá para o cliente o que ele deve fazer, nem apresentará as soluções que eventualmente a situação está pedindo.

Na sessão de coaching o cliente será o responsável por tomar a melhor decisão diante da dificuldade que está enfrentando e deverá agir de forma organizada, bem planejada e sem perder o foco. Com isso, obterá grandes chances de identificar seus pontos fortes com rapidez e assertividade, potencializando seu desempenho e alcançando resultados muito satisfatórios.

coaching vai muito além de progredir os processos de uma empresa. Ele aprimora e potencializa o profissional, agregando valor ao seu trabalho, motivação, engajamento e performance individual e em grupo.

Ao invés de dar respostas, o princípio metodológico do coaching mostra que todos podem evoluir e superar bloqueios, por isso o coach investiga e desenvolve planos de ação factíveis para o cliente concretizar seus objetivos.

Não. A Terapia tende a fazer uso das experiências e dos sentimentos relacionados a eventos passados para tratar transtornos emocionais e comportamentais.

Coaching não é terapia, mas tem efeito terapêutico. Pelo fato de, por exemplo, o cliente se sentir aliviado emocionalmente, pelo simples fato de “expor suas ideias” e ser recebido SEM JULGAMENTO. Coaching é um trabalho com foco em metas.

Em alguns casos, Coaching e Terapia podem ser utilizados em conjunto, mas o trabalho sempre deverá ser feito por profissionais distintos e com suas devidas formações.

Não. Diferentemente da Psicologia, o Coaching fará uma análise do seu Estado Atual (Presente) e, nas sessões, serão desenvolvidas estratégias para que você chegue no seu Estado Desejado (Futuro). Ele tem o foco na SOLUÇÃO e não no PROBLEMA. A Psicologia possui o foco em questões do passado e mais profundas. Um bom coach não entrará na seara psicológica, deixando isso, para quem é formado em psicologia.

Não. Um curso ou treinamento transfere informações e conhecimento de um especialista (o instrutor) para seu aluno (o cliente), normalmente focado em habilidades específicas para resultados imediatos.

Já o processo de Coaching trabalha de maneira totalmente oposta, encarando o cliente como especialista e detentor das respostas, incentivando-o a assumir a responsabilidade pelos seus resultados, produzindo mudanças positivas e duradouras.

Não. No processo de Mentoring, um profissional sênior, considerado mais capacitado e com maior conhecimento, atua como modelo e conselheiro de um profissional com menos experiência. Tanto o Coaching como o Mentoring trabalham com o foco no futuro. Entretanto, no Mentoring as respostas estão no mentor, no Coaching as soluções são sempre encontradas pelo cliente.

Apesar do processo de Coaching possuir, em alguns momentos, semelhanças com os processos descritos acima, a diferença mais importante é que, no Coaching, as respostas que o cliente busca nunca estão no coach, mas nele próprio.

O Coaching não ensina o caminho das pedras, não tira conclusões e não apresenta soluções. O coach é o facilitador que auxilia seu cliente, convidando-o a se autoanalisar, a se descobrir e maximizar seu próprio potencial.

Não! Isso são técnicas motivacionais (que podem ter eficácia em determinadas situação) que ajudam as pessoas naquele determinado momento. O Coaching auxiliará o cliente numa mudança CONSISTENTE e DURADOURA e não somente pontual. Cuidado com coaches que o incentivam a abraçar, pular, tocar, etc. Isso não é Coaching!

Não. É uma pergunta muito interessante. O processo de Coaching é uma metodologia que visa o alcance de METAS. A maioria dos problemas se resolvem durante o processo já que o cliente (coachee) passa a ter mais disciplina e foco em suas METAS e não em problemas

Todos estão certos.

Coach = Profissional Certificado. Precisa ter passado por uma formação PRESENCIAL para atender de forma QUALIFICADA seus clientes. É o profissional que aplicará o processo de COACHING.

Coaching = Nome do Processo que o cliente adquire, cuja quantidade de sessões dependem do tipo de Coaching.

 Coachee = Nome dado ao cliente que passa pelo processo de Coaching.

O Coaching é apenas um, porém no Brasil se feito da forma correta, é subdividido em 3:

Coaching de Vida: Contratado diretamente por uma pessoa que quer alcançar (ou mudar) algo em sua VIDA, o processo é feito através de mudança de novos comportamentos ou então para adquirir comportamentos que a pessoa precise desenvolver. Nesta opção será trabalhada uma meta pessoal. Posso realizar este trabalho na sua vida? Sim, além de ser formada em Coaching de Vida, possuo as formações em Executive Coaching e Master Coaching (Inteligência Emocional)

Coaching Executivo: Contratado por Pessoa Jurídica. Geralmente é adquirido pelo RH da empresa para executivos, diretores, vice e presidentes. Para que exista um processo de Coaching Executivo, necessariamente a empresa PRECISA ter MODELO DE COMPETÊNCIAS definidos para os cargos em questão. Definida a meta, serão desenvolvidas as competências necessárias para que o coachee alcance os resultados. Neste caso a meta é da EMPRESA, porém, o profissional que passa pelo processo tem a vantagem de levar isso para sua carreira, afinal, as competências ficam com ele. Posso realizar este trabalho na sua empresa? Sim. Sou formada em Coaching Executivo e, também, em Master Coaching, tornando o processo muito mais rico e de resultados comprovados.

Coaching de Carreira: Este, na realidade, fica entre o Coaching de Vida e o Coaching Executivo. Ele será contratado por uma PESSOA FÍSICA que quer melhorar em sua carreira, galgar uma nova posição ou para fazer uma transição. Está entre os outros dois porque trata questões da carreira, mas, também da vida, porém, deve-se tomar o cuidado para que não se tome mais do que 30% com questões de vida, senão será descaracterizado o Coaching de Carreira. Para que você tenha um excelente Coaching de Carreira, você precisa contratar um Coach que seja formado, também, em Coaching Executivo. Posso realizar este trabalho com você? Sim. Sou formada em Coaching Executivo e, também, em Master Coaching, tornando o processo muito mais rico e de resultados comprovados.

No Brasil temos o que chamamos de a “farra do Coaching”. Com o intuito de melhor vender o produto o profissional de Coaching acaba descaracterizando o processo. O mercado brasileiro descaracteriza o Coaching a partir do momento que cria nichos para ele, como por exemplo: Coaching de Emagrecimento, Coaching Financeiro, Coaching de Relacionamentos (estes são exemplos de Coaching de Vida.

Não e Sim. Atualmente, no Brasil, você vê diversos profissionais vendendo Coaching em Grupo. O Coaching é um processo de desenvolvimento humano com o foco no alcance de metas, de forma individual. A ÚNICA ressalva é quando se trata de um TEAM COACHING, que seria um Coaching para uma equipe em específico que tem uma MESMA META (empresarial). Muito cuidado: não existe coaching de emagrecimento em grupo, coaching de relacionamento em grupo, etc.

Não! É até melhor que ele não seja, pois se for, correrá um grande risco de indui-lo a chegar numa conclusão que o coach julga correta. O Coach precisa ser ESPECIALISTA EM SER COACH, nada mais.

Não. Apesar de grande parte do processo de Coaching utilizar de muitas ferramentas da programação neurolinguistica, Coaching é um processo que visa ampliar a percepção do cliente com relação a metas e ao futuro. A PNL é aplicada também para o lado terapêutico (cura de traumas por exemplo) e para reprogramação mental (isso sim muito usado no processo de Coaching).

“Todos precisam de um Coach” – Bill Gates.

Em uma entrevista Bill Gates respondeu isso, assim como todo grande atleta, qualquer pessoa que quer aumentar seus resultados e performance pessoal ou profissional precisa de um Coach.

O coaching, além do óbvio, apoia e encoraja os clientes a maximizarem seus investimentos, seja de tempo ou de dinheiro, este é o principal diferencial e por isso sou reconhecida.

Minha atuação em coaching está baseada em dois pilares fundamentais, organização e pessoas. Quando falamos de organizações, referimo-nos a valores, cenário atual e cultural, quando falamos de pessoas, a atuação segue um processo minucioso focado em comportamento, competências e inteligência emocional, com este método utilizado por mais de 40.000 mil pessoas em toda a América Latina, atuao na essência da transformação organizacional e humana.

Sou detentora das melhores técnicas e práticas de coaching embasadas pelos melhores conceitos, por isso meu trabalho surte efeitos em organizações e pessoas, tornando-as capazes de aplicar e trazer resultados mensuráveis para suas organizações.

Minha atuação acontece em conjunto para que você e sua organização obtenham os resultados desejados e, dessa forma, possamos maximizar o seu investimento de tempo e dinheiro. Seu resultado é o meu compromisso.

“A história do coaching remonta a idade média, quando a palavra começou a ser utilizada para descrever os cocheiros, que eram os profissionais que conduziam as carruagens (coche) até seu destino.

O conceito de coaching mais próximo do atual surgiu por volta de 1830 na universidade de Oxford para definir um tutor particular, alguém que ajudava o aluno a se preparar para um exame de uma determinada matéria.

Na década de 1960, especialmente nos Estados Unidos, o modelo de coaching esportivo começou a ser adotado pelo mundo dos negócios.

Durante os últimos trinta anos ou mais, o processo de coaching passou por uma modernização e importantes validações que comprovam sua eficácia. Quando começou a ser aplicado em algumas organizações, os benefícios foram notáveis e inegáveis no campo do aumento de performance humana, o que veio a maximizar os resultados de pessoas e organizações.

Este desenvolvimento por meio do coaching foi ainda mais necessário devido às rápidas mudanças de um mercado global. Então, simplesmente, modelos de coaching com base nos princípios da psicologia e da educação evoluíram para atender às novas necessidades das empresas e organizações em todo o mundo. Mesmo o observador casual vai notar que, agora, coaching para os pequenos empresários, empresas e instituições públicas está ampliando suas demandas em virtude de diversos cases de desenvolvimento já conhecidos pelo meio corporativo, e estes desenvolvimentos aconteceram em um ritmo extraordinário”. – Fonte: Sociedade Latino Americana de Coaching

 

O Coaching de Vida com nossa empresa consiste em um processo com 11 encontros, divididos em:

Encontro Zero: Encontro para alinhamento (no qual você conhecerá a Master Coach Karine Gallo e avaliará se há empatia e confiança entre vocês. Neste momento, serão definidas as regras para o processo. Este encontro é gratuito para você.

1 Encontro: Devolutiva do seu Perfil de Tendências Comportamentais DISC;

9 Encontros: O Processo de Coaching consistirá em 9 sessões com duração de 1 hora semanal, quinzenal ou mensalmente (de acordo com a disponibilidade), podendo ser online ou presencial, com a mesma eficácia.

O Processo de Coaching  se trata de desenvolvimento humano e o primeiro passo para o desenvolvimento é o autoconhecimento, ou seja, você precisar entender quem você verdadeiramente é para, com isso, extrair o melhor de suas potencialidades.

O Relatório DiSC será uma base muito importante em nosso Processo de Coaching de Vida.  Depois de estabelecermos o compromisso e contrato do Coaching, você responderá a um teste online, com perguntas simples e depois o resultado chegará em seu e-mail para que você traga para  a nossa primeira sessão efetiva de trabalho (que será nosso 2º encontro).

O Perfil Comportamental é uma forma para decifrar os comportamentos que as pessoas possuem sob estímulos de acordo com suas características. Essas atitudes são vinculadas aos valores pessoais e influências do meio e relatam de forma única e diferente o comportamento de cada um. Para a aplicação da Avaliação Comportamental, existem testes e relatórios que ajudam os profissionais de Recursos Humanos e até mesmo o próprio Gestor a decodificarem essas informações.

O modelo combina as quatro tendências básicas do comportamento (DiSC). Cada indivíduo é formado por um ou mais perfis comportamentais dominantes (embora possua características de todos):

Dominância (Executor) – É uma pessoa dominante e, em casos extremos, pode ser autoritária e ditatorial. Aceita e se dá bem com desafios e dificuldades. Possui senso de competitividade extremo e costuma ser corajoso ao defender seus pontos de vista;

Influência (Comunicador) – É uma pessoa comunicativa e geralmente dotada de grande carisma e poder de persuasão. Mostra-se sempre entusiasmado com projetos e novidades, tende a ser até excessivamente otimista e relaciona-se com facilidade;

Estabilidade (Planejador) – É uma pessoa estável e paciente, de ritmo constante e alto grau de conservadorismo. Dificilmente entra em pânico, mas tem uma pequena capacidade de improviso. Planejadores são pessoas voltadas ao próximo e adoram ajudar.

Conformidade (Analista) – É uma pessoa detalhista e meticulosa. O analista é organizado, responsável e altamente conservador, sendo hábil ao controlar processos e rotinas repetitivas.